Como calcular a nota média do ENEM?

como calcular media do enem

São muitos os candidatos que possuem dúvidas a respeito de como calcular a nota média do ENEM, pois de fato não é algo assim tão simples. Quer saber de uma vez como fazer esse cálculo? Então siga o nosso passo a passo e confira todos os detalhes dessa operação matemática tão importante e fundamental para a vida de todos os candidatos que farão o exame.

Para que serve esse cálculo?

Esse cálculo serve para estabelecer a média final obtida pelo candidato para alcançar suas pretensões junto ao ENEM, seja para garantir uma vaga numa determinada universidade pública ou servir de parâmetro para que o mesmo consiga fazer parte dos programas do Governo Federal SISU e FIES.

Por isso, a média final do candidato é muito importante, determinando quem conquistará benefícios por seus méritos alcançados no exame ou não.

O que são pesos e como descubro seus valores?

Os pesos são valores adotados por cada instituição de ensino que vão alterar a nota obtida pelo candidato no ENEM, de acordo com suas diretrizes próprias e objetivos.

Pois supondo que uma universidade “x” queira privilegiar cursos como os de direito. Então certamente terá pesos maiores para as provas de redação e linguagens.

Ao contrário, se fosse uma instituição mais voltada para o curso de engenharia, seus pesos seriam maiores para as provas de matemática e suas tecnologias e afins.

Resultado do ENEM 2017

Como Calcular a média em si

Apesar de não ser um cálculo “direto”, também não existe nenhum bicho de sete cabeças para calcular a nota média do ENEM. Senão vejamos:

Se fôssemos encontrar a média normalmente do resultado, bastaria somarmos os valores obtidos nas cinco avaliações e dividir por cinco. Contudo, no caso do ENEM, como observamos anteriormente precisamos aplicar os pesos. Mas é ai que surgem muitas dúvidas!

Acontece que cada universidade ou instituição de ensino aplica os pesos de acordo com as suas próprias regras, inclusive os programas do Governo Federal, por isso não existe uma regra fechada.

É necessário, portanto observar no edital do vestibular de cada universidade ou instituição de ensino (além dos programas de governo) e multiplicar cada nota obtida pelo peso correspondente divulgado.

Quer ver um exemplo para ficar mais fácil o entendimento?

Exemplo prático

Vejamos então o caso de uma candidata de nome Juliana.

Juliana fez o ENEM e tirou as seguintes notas:

Na prova de ciências da natureza e suas tecnologias a candidata tirou a seguinte nota: 450 pontos.

Na prova de ciências humanas e suas tecnologias a candidata tirou a seguinte nota: 650 pontos.

Na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias a candidata tirou a seguinte nota: 500 pontos.

Na prova de matemática e suas tecnologias a candidata tirou a seguinte nota: 400 pontos.

Por fim, na redação Juliana alcançou a nota de 800 pontos.

Note que se fossemos obter a média simples das notas obtidas por Juliana chegaríamos a um total de 560 pontos! Ou seja, 2800/5 = 560.

Mas como existem os pesos precisamos observar o que diz cada edital, para então podermos efetuar corretamente como calcular a nota média do ENEM específica para uma determinada instituição. No exemplo iremos usar os pesos utilizados por uma das universidades mais conceituadas do país: a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

A UFRJ utiliza os seguintes pesos para o ENEM:

Natureza: peso 2

Matemática: peso 1

Linguagens: peso 2

Humanas: peso 1

Redação: peso 3

Então, continuando no exemplo de Juliana, temos:

Na prova de ciências da natureza ela tirou a seguinte nota: 450 pontos, que multiplicada pelo peso 2 (da UFRJ) temos: 900 pontos.

Na prova de ciências humanas ela tirou a seguinte nota: 650 pontos, que multiplicada pelo peso 1 (da UFRJ) temos os mesmos 650 pontos.

Na prova de linguagens ela tirou a seguinte nota: 500 pontos, que multiplicada pelo peso 2 (da UFRJ) temos: 1000 pontos.

Na prova de matemática ela tirou a seguinte nota: 400 pontos, que multiplicada pelo peso 1 (da UFRJ) temos os mesmos 400 pontos.

Por fim, na redação Juliana alcançou a nota de 800 pontos, que multiplicada pelo peso 3 (da UFRJ) temos: 2400 pontos.

Note que a média simples das notas Juliana era 560 pontos! Ou seja, 2800/5 = 560. Contudo, usando os pesos aplicados pela UFRJ, a candidata passa a ter uma média de 1070 pontos, ou seja, 5350/5 = 1070.

Esperamos que agora que já sabe como calcular a nota média do ENEM seja mais fácil. Em caso de mais dúvidas envie um e-mail preenchendo o formulário de contato.

<< Tudo sobre Enem

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *